É Besteirock!

A palavra Besteirock tem origem no português besteirol, uma quantidade indefinida de besteira, ou, um monte de bobagem, falada ou escrita – e do substantivo (object) em inglês rock – estilo de música popular, que mistura vários outros tipos de músicas sejam elas rock’n roll ou não.

Nos dizeres de Keith Richards, xará do mesmo, besteirock “é uma mistura de humor com ritmos dançantes e de forte apelo comercial”. I know it´s only rock´n roll but I ate it” (tradução: “Eu sei que é apenas rock´n roll mas eu já comi”)

Os principais proponentes do besteirock é a banda Os Gregory Hines. Com uma pitada de pornografia gratuita, os auto-intitulados reis do besteirock mudaram para sempre os conceitos de bom gosto na música popular. Os Gregory Hines mantêm um site na Internet, onde veiculam seu humor, contam uma história fantasiosa sobre a formação da banda e cooptam a simpatia de amigos e desconhecidos.

Conheça as personagens que estão por trás do Besteirock.

  • Davi Apolakhian Gregory Hines, jornalista, sósia dele mesmo, crooner, faixa preta no Kung-Fui, investidor arruinado, cafajeste e vocal principal. (obs. uma nova versão do Apolakhian foi lançado no mês passado, corrigindo alguns defeitos operacionais, e com mais memória para ele não esquecer as letras das músicas).
  • Marcelo (Cabelo) Schultz, músico de carteirinha, já trabalhou como carcereiro em presídio feminino. Atualmente é baterista e jogador profissional de palito de eucalipto canadense. O cara mais pálida quando perde. Colecionador de Barbie.
  • Marion Au Barf (Marião), jornalista, autor do best-seller Os Deputismos do Deputado Serguei. É empresário bem-sucedido no ramo de negócios esportivos e vende picolé e amendoim torrado nos estádios de futebol. Já experimentou de tudo (na música), baixista e vocal.
  • Rubión de la Farsa Guitarra (Rubens), empresário e dono de cartório num remoto vilarejo do sertão paulista. Fez sua pós em filosofia de boteco na mercearia do seu João. Excelente imitador de grandes figuras da pátria brasileira e políticos em geral. É a incarnação do Dick Dale na pele de Santana, guitarra e vocal.
  • Narco Polo III (Mark C.), escocês legítimo nascido em Santo André e nato bebedor de uisque, multimidiático, garoto propaganda da Associação Brasileira de Produtores de Cana, guitarrista, vocal. Membro da Sociedade Protetora Amigo dos Ácaros e criador de ruídos indecifráveis.
  • Pavlos, (codinome, Junior DC), ex-boleiro e guarda republicana nas noites do Saddam. No ramo de negócios em geral e etc. Ganhou o apelido Pavlos quando foi escalado para tocar balalaika com o Ballet Bolshoi. Tem mestrado em esteira e remo na Academia Ginástica da Bela Vista. Treinador de poodles. Faz a percussão, os sons incidentais e vocal.
  • Cláudia Luz, jornalista, esta menina tem uma garganta generosa em timbres e tons. Nos a conheçemos no motel Watergate quando o Bill ainda tocava o saxofone lá. Mais do que cantora, ela é a alma feminina no nosso palco de machos (ui…) aquela que encarna a odalisca para rodar a baiana, enobrecendo a baixaria.

Os bastidores do besteirock

Quer mesmo saber mais sobre Os Gregory Hines?
Relaxa e goza” com essa entrevista exclusiva ou com esse podcast.

E mais…

Sexo, loja e roquemrou

Músicas inéditas para download, merchandise exclusivo e muito mais em nossa lojinha de horrores Hines.

Basta você clicar e me adicionar, minha garota da banda larga! Agora eu sou seu favorito: Internet lover (Ouça essa faixa de sucesso no Soundcloud)

Uma resposta para “É Besteirock!”

Os comentários estão desativados.